segunda-feira, 26 de março de 2007

AMALA E KAMALA: as meninas-lobo





Na Índia, onde os casos de meninos-lobo foram relativamente numerosos, descobriram-se em 1920, duas crianças, Amala e Kamala, vivendo no meio de uma família(?) de lobos. A primeira tinha um ano e meio e veio a morrer um ano mais tarde. Kamala, de oito anos de idade, viveu até 1929. Não tinham nada de humano e seu comportamento era exatamente semelhante àquele de seus irmãos lobos.
Elas caminhavam de quatro, apoiando-se sobre os joelhos e cotovelos para os pequenos trajetos e sobre as mãos e os pés para os trajetos longos e rápidos.
Eram incapazes de permanecer em pé. Só se alimentavam de carne crua ou podre. Comiam e bebiam como os animais, lançando a cabeça para a frente e lambendo os líquidos. Na instituição onde foram recolhidas, passavam o dia acabrunhadas e prostradas numa sombra. Eram ativa e ruidosas durante a noite, procurando fugir e uivando como lobos. Nunca choravam ou riam.
Kamala viveu oito anos na instituição que a acolheu, humanizando-se (?) lentamente. Necessitou de seis anos para aprender a andar e, pouco antes de morrer, tinha um vocabulário de apenas cinqüenta palavras. Atitudes afetivas foram aparecendo aos poucos. Chorou pela primeira vez por ocasião da morte de Amala e se apegou lentamente às pessoas que cuidaram dela bem como às outra com as quais conviveu. Sua inteligência permitiu-lhe comunicar-se por gestos, inicialmente, e depois por palavras de um vocabulário rudimentar, aprendendo a executar ordens simples”.
LEYMOND, B. Le development social de l’enfant et del’adolescent. Bruxelles: Dessart, 1965. p 12-14.
“O relato acima descreve um fato verídico e permite entender em que medida as características humanas dependem do convívio social. Amala e Kamala, as meninas-loba da Índia, por terem sido privadas do contato com outras pessoas, não conseguiram se humanizar: não aprenderam a se comunicar através da fala, não foram ensinadas a usar determinados utensílios, não desenvolveram processos de pensamento lógico...”
DAVIS, Cláudia; OLIVEIRA, Zilma de. Psicologia na educação. São Paulo: Cortez: 1990. p 16-17 

28 comentários:

José Claudio dos Santos Júnior disse...

Muito bom o blog, Marcos.... vou colocar um link no portal sobre sociologia que administro...abração

**hAy** disse...

hey!...muito bom vc ter postado isso sobre a Amala e a Kamala, eu estou fazendo um trabalho,e precisava saber o q elas comiam...foi muito válido.

vlw!

belo blog

Anônimo disse...

oi eu achei muito interessante o assunto abordado...eu fui conhece essa historia ontem com o meu professor de sociologia..e decidi ver melhor a historia......

bjus, carol

alisandra disse...

Amei a historia delas,é impressionante como o ser humano precisa um do outro e não se dá conta disso,ou o orgulho não os deixa ver.Seria muito legal se podessemos saber mais sobre elas.Quem foram os pais biologicos delas?Onde exatamente elas nasceram?E como chegaram lá?
Bom,será muito dificl saber tudo isso delas,mas o o mais importante ja sabemos,elas são exemplos de que somos dotados de uma inteligencia sobrenatural,e nem sempre usamos ela para o bem.Parabéns as psiclogas DAVI,CLÁUDIA;OLIVEIRA,ZILMA.

Anônimo disse...

Adoreiiiiiiiiiiiiii a história que vocês adicionaram em seu blog achei muito interesante, gostaria de saber mais sobre a história da Amala e Kamala as meninas que viviam a sós em uma floresta no ano de 1920 em uma caverna com lobos. Gostaria de saber se tem algum livro que fala mais sobre a história da Amala e Kamala, as meninas que viviam em uma caverna com lobos, porque eu estou estudando sobre hístória delas na minha universidade, onde estou cursando.
Fico muito lisongiado ao saber um pouco da hitória delas, e parabéns pra vocês que vê isso como uma lição de vida. Beijos.

Anônimo disse...

Adoreiiiiiiiiiiiiii a história que vocês adicionaram em seu blog achei muito interesante, gostaria de saber mais sobre a história da Amala e Kamala as meninas que viviam a sós em uma floresta no ano de 1920 em uma caverna com lobos. Gostaria de saber se tem algum livro que fala mais sobre a história da Amala e Kamala, as meninas que viviam em uma caverna com lobos, porque eu estou estudando sobre hístória delas na minha universidade, onde estou cursando.
Fico muito lisongiado ao saber um pouco da hitória delas, e parabéns pra vocês que vê isso como uma lição de vida. Beijos.

Auxiliadora Petrolina disse...

me ajudou bastante! conteudo pequeno mas perfeitamente compreendido

Anônimo disse...

jj

CAMILA disse...

OI VALEU PELO SITE
PRECISEI MUITO
POIS ESTOU ESTUDANDO ISSO
EM SOCUIOLOGIA

Anônimo disse...

Boa noite pessoal, adorei a história e gostaria da opinião de vcs a respeito das diferenças entre o homem e o animal??? Será q somos tão diferentes dos animais???

Lorena disse...

Muito bom que vcs postaram esse texto sobre as meninas lobo.
Estou fazendo um trabalho sobre elas!!

Giovana disse...

Isso não passa de conversa fiada de um padreco da época querendo arranjar dinheiro com crianças retardadas

Anônimo disse...

Hoje estudei isso e fui buscar mais informações, meu professor disse que quando elas eram pequenas tavam fazendo uma excursão na floresta com os pais delas daí elas se perderam , e com o tempo elas foram vendo os lobos e começaram a viver igual eles , até que um homem encontrou elas

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu

*CaRiNe* disse...

Muito interessante a História de Amala e Kamala ...
Adoreii ... Meu trabalho escolar ficou ´´otimoo

Anônimo disse...

No mundo em que vivemos esta chegando ao ponto de ser tornar um
isolamento total mesmo com o avanço da tecnologia,no caso das meninas lobo passou por uma situação de isolamento por causa do meio em que vivel, e nós que vivemos em sociedades temos dificultadedi de relacionamento, somos indiferente, a tudo que esta ao nosso redor, por causa de varios problemas o ser humano tem medo de viver em sociedadedis.

No meio em que vivemos tem muitos humanos iqual as meninas Lobo.

ioreh disse...

parece q o caso das meninas lobo foi forjado, confiram na widipédia, abrçs

Marcos Carvalho Lopes disse...

Obrigado ioreh. Já linkei e postei algo sobre a informação. Obrigado!

Anônimo disse...

O mais importante não é a veracidade da história é a análise sobre a condição humana e a necessidade da cultura para vivermos. Ok?

Narcisa disse...

É muito interessante, porém inacreditável! Antigamente as pessoas, principalmente as religiosas, tinham muita facilidade em manipular informações!!!

tayna disse...

1 dia Depois DE O MEU PROFESSOR DE HISTORIA ESCREVER ESSA HISTORIA NO QUADRO, eu pesquisei na internet da escola e encontrei esse texto que é igual o que o meu professor escreveu no quadro.
Adorei essa historia de Amala e Kamala.
vou fazer uma pergunta para vc: Como o texto explica a humanização de Kamala? E o que significa afirmar que ela se humanizou? E tbm por que o texto afirma que Amala e Kamala" Não tinham nada de humanos"

SIMONE disse...

Oi ! Gente , esta história de maninas lobo é muita ficção , pois há estudos que mostram que tudo isso foi armação . Fotos tiradas das supostas meninas foram solicitadas "poses sugestivas", e foi provado que foram tiradas em 1937 , depois da morte delas . O Frei que as " acolheu" passava por dificuldades financeiras para manter a instituição , e crianças com alguma doença degenerativa eram abandonadas pelos pais , o que na verdade tinham era uma degeneração celebral, não eram lobinhas ... Na verdade , documentos oficiais sobre este suposto caso , são guardados em Waschignton , em meios á documentos oficiais . O suposto frei batia na menina para que ela gritasse, apavorando e dando veracidade á sua fraude ... Obviamente se uma criança com problemas neurológicos fosse abandonada , sem nenhuma condição humana de sobrevivência , teria igual fim, uma morreu com 1 ano e meio e a outra por ser " resgatada" durou mais 1 ano e meio.
Ou seja a criança já tinha 1 ano quando foi encontrada, em meio as péssimas condições morreu! a segunda durou um pouco mais , mas pelos mesmos motivos tanbém foi a óbito . Esta história precisa ser analizada com interesse para descobrir-mos uma grossa mentira .

Anônimo disse...

parabens pelo blog
e você foi muito prático ao não deixar um texto enorme e sim um com as informações essenciais!!!

Anônimo disse...

Parabens pelo blog. De fato já tive informações que afirmam tratar-se de uma fraude que abrange não apenas a origem da problemática das crianças como seu comportamento animalesco. As fotos de Amala e Kamala bem como o diário que pretensamente teria sido escrito pelo Reverendo Singh, são falsos e foram feitos anos depois. Mais informações acesse: http://pt.wikipedia.org/wiki/Amala_e_Kamala

KERLLEM disse...

ACHEI MUITO INTERESSANTE ESSA HISTÓRIA,MEU PROFESSOR FALOU BEM POUCO DELA MAIS EU QUIS CONHEÇER MELHOR E PESQUISEI.

Anônimo disse...

É muito informativo mesmo, mas parece que está errado em todos os sites, Amala morreu com 8 anos e Kamala 8 anos depois com 16. Pensem comigo, se ela tinha 2 (1 e meio) anos, como é que a irmã maior era tão deficiente, se então teria 6 anos quando foi pegada por lobos. Não faz nem um sentido. E comer carne podre ja é demais, por favor. Se vc estudou isso na escola, bem, seu professor deu um ctrl C ctrl v da wikipedia.

Anônimo disse...

Acredito que houve a armação/exploração por parte o reverendo Singh às duas crianças.
Não sei se haverá tempo para a "humanidade" evoluir de fato.
Como deviam sofrer aquelas crianças!

Anônimo disse...

muito bom esse blog me ajudou muito tem muitas informaçoes boas